Acertar na escolha da cor é essencial para gostar do novo cabelo.


Na hora de tingir, o ideal é escolher uma tonalidade que combina com o seu tipo físico e estilo de vida

Na hora de tingir, o ideal é escolher uma tonalidade que combina com o seu tipo físico e estilo de vida

A maioria das mulheres tem vontade de fazer uma mudança radical, seja no corte de cabelo ou na cor, em algum momento da vida. Para que a transformação no tom dos fios realmente traga a satisfação desejada, todo o cuidado é pouco na hora de decidir pela melhor nuance. Escolher a tonalidade perfeita, que combina com o seu tipo físico e estilo de vida, não é tarefa das mais fáceis.
Segundo os especialistas, o mais importante é analisar o seu tom de pele, que deve contrastar com a cor da tinta. “O tom do cabelo nunca pode ser muito próximo ao tom natural da pele. Morenas jambo devem fugir dos tons marrons, por exemplo”, indica o cabeleireiro Marcos Coraza, do Gilberto Cabeleireiros, em São Paulo.
Outra dica é estar atenta ao tom natural do cabelo, que vai influenciar diretamente no resultado final. Dependendo da base que você já tem, o tom que os fios vão ganhar após a aplicação da coloração pode não ser exatamente o que aparece na caixinha da tintura. “Existe um limite no potencial da tinta para clarear os fios, ou seja, mulheres com cabelos castanhos não vão conseguir ficar platinadas com a tintura”, exemplifica. “O ideal, neste caso, é optar pelas luzes para alcançar o loiro desejado”, acrescenta.
Cabelos que já foram tingidos também merecem atenção extra. “Tinta não clareia tinta. Assim, não dá para transformar um preto tingido em castanho claro. Se usar uma tinta mais clara num cabelo escuro, ela só vai pegar na raiz, que está isenta de química”, avisa o cabeleireiro Nilton Tamba, proprietário do Tamba Salão Boutique, em São Paulo. A solução para isso é descolorir os fios antes de aplicar a nova cor.
Frio ou quente? Outra dica prática dos cabeleireiros para encontrar a cor que harmoniza perfeitamente com você é identificar se o tom da sua pele é quente ou frio. Para saber, basta olhar para a parte interna do seu antebraço. Se enxergar tonalidades de rosa e azul e suas veias parecerem azuladas, o seu tom de pele é frio. Já se predominar o tom amarelo, com veias esverdeadas, o tom da sua pele é quente.
Peles frias pedem cores frias de cabelo, como preto, castanho escuro e loiro acinzentado. Já as pessoas com peles quentes costumam combinar com tonalidades do mesmo grupo, a exemplo do loiro escuro, do marrom dourado, do castanho e do ruivo.
No geral, cores claras proporcionam leveza à imagem, enquanto as escuras tendem a deixar o visual mais pesado. “Cores escuras em mulheres a partir de 50 anos podem envelhecer e até ressaltar os vincos do rosto. O melhor é misturar tonalidades e puxar algumas luzes”, aconselha Tamba.
Fios brancos, um caso à parte Cabelos grisalhos ou totalmente brancos requerem cuidados diferentes. “Estes fios são mais difíceis de colorir. Às vezes, é necessário usar tons mais fortes e escuros para cobrir bem os brancos. Depois, para clarear e dar mais leveza ao visual, eu indico fazer luzes”, relata Coraza. As luzes mais claras ajudam, inclusive, a prolongar o resultado. “Elas evitam que a raiz fique aparente muito rapidamente, disfarçando os brancos”, completa Tamba.
Prever cuidados com a manutenção é essencial Antes mesmo de mudar a cor do cabelo é importante estar ciente de que terá de incorporar novos cuidados à rotina e prever o respectivo custo no orçamento. Cabelos tingidos precisam ser mantidos com aplicações regulares de tinta, ao menos na raiz, a cada um ou dois meses, dependendo do tipo de mudança feita e da cor original dos fios.
Algumas cores demandam ainda mais tempo e dinheiro. “Tons ruivos, avermelhados e acobreados normalmente pedem retoques a cada 15 dias, para a manutenção de uma cor viva”, avisa Coraza. No caso dos outros tons, o retoque não precisa ser feito em todo o comprimento do cabelo, o que evita o acúmulo de pigmento e ainda poupa os fios de danos desnecessários. Nesses casos, a aplicação deve se limitar à raiz.
Além disso, por mais que as colorações atuais sejam enriquecidas com substâncias hidrantes, é bom saber que qualquer cabelo que passa por tratamento químico necessitará de xampus e condicionadores específicos para fios tingidos e de uma hidratação semanal para se manter macio e brilhante.

3 comentários sobre “Acertar na escolha da cor é essencial para gostar do novo cabelo.

  1. My spouse and i really enjoy what exactly you have written. This posting is certainly actually good. My spouse and i can’t agree with some you claim yet it is surely very good point of view. As a tiny notice I actually recommend you to enhance your composing style a bit.

    Curtir

Aguardo sua visita, bj!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s